Filiada do Sinjufego integrará a diretoria do Fórum Nacional de Combate ao Assédio Moral

Publicado em 30/08/2017

Reunidos nos dias 26 e 27 de agosto de 2017 na cidade de Florianópolis/SC, os servidores públicos, representando os seus sindicatos de base, debateram e aprovaram parte do Estatuto do Fórum Nacional Permanente de Prevenção e Combate ao Assédio Moral (Fonaprecam). Para concluir os trabalhos do Estatuto, ficou agendado a próxima reunião em Brasília nos dias 21 e 22 de outubro.

Nas reuniões passadas do Fórum foram intensas as discussões, com relatos de vários casos de assédio moral, agora nessa fase há um esforço dos participantes de melhor estruturar o coletivo para que assim ele possa atuar mais efetivamente no combate ao assédio moral. Para isso é preciso transformar o Fórum em pessoa jurídica. No encontro de Santa Catarina foi constituída diretoria provisória para intermediar essa etapa de formalização do Fórum. A filiada do Sinjufego, Ádina Acorsi, servidora da JF-GO, ocupará o cargo de secretária-geral do Fonaprecam. Para a servidora goiana a própria existência e a divulgação das reuniões do Fonaprecam têm provocado efeito repressivo nas práticas de assédio moral.

Presente ao encontro do Fonaprecam, o diretor do Sinjufego, João Batista, que é também um dos fundadores do Fórum, defende o fortalecimento do coletivo: "O Fonaprecam abriga todos os servidores públicos, sejam das esferas federal, estadual e municipal, ocupantes de cargos nos três poderes, daí o grande desafio de melhor organizar e fortalecer o Fórum para que assim ele possa implementar ações de campo que visem prevenir e combater o assédio moral, pois é isso que efetivamente espera o conjunto dos servidores públicos do país".   

---

Sinjufego