Sinjufego alerta que PLS 116/2017 coloca em risco a estabilidade do servidor

Publicado em 27/07/2017

Compartilhe

Servidor, você pagará o pato! O alvo agora é a sua estabilidade. A grande imprensa, aliada com o meio empresarial, entenda-se FIESP, vem fazendo brutal campanha contra o instituto da estabilidade, esses setores, que possuem seus representantes no Congresso Nacional, não suportam a ideia de que, entre milhões de desempregados, os servidores possam ainda ter o "privilégio" de não ser demitidos.

É preciso ficar de olho no Projeto de Lei no Senado - PLS n. 116/2017 - que sob o pretexto de regulamentar o art. 41, § 1º, III, da CF/88, impondo a perda do cargo público por insuficiência de desempenho, não passa de uma estratégia para demitir em massa servidores estáveis, abrindo caminho para os milionários contratos de terceirização.

É preciso, sobretudo, mobilização contra esse projeto. Não queremos crer que a esse governo tudo foi permitido fazer, inclusive acabar com a estabilidade fora dos parâmetros já previstos na CF/88. O PLS 116, se aprovado, vai piorar o clima organizacional no ambiente de trabalho, trazendo insegurança e instabilidade para os servidores, inclusive agravando os casos de assédio moral com avaliações de desempenho sem critérios objetivos. 

Vamos participar da consulta pública disponível no site do Senado. Cadastre-se e manifeste sua opinião contrária ao projeto: >>CLIQUE AQUI



---

Sinjufego